domingo, 23 de janeiro de 2022

Renan Calheiros dispara: "é preciso saber quanto Moro embolsou para corromper o Judiciário"

 


O senador Renan Calheiros (MDB-AL) classificou o ex-juiz Sergio Moro, que foi declarado suspeito pela suprema corte e destruiu 4,4 milhões de empregos, segundo o Dieese, como um canalha que foi pago para corromper o sistema de justiça no Brasil e destruir empresas brasileiras. Confira e saiba mais:



Nunca foi mais apropriada a célebre frase de Nelson Rodrigues: “por trás de todo paladino moral, vive um canalha”. Falta saber quanto Sérgio Moro embolsou para corromper o sistema Judiciário para estar onde está agora: ensandecido por poder.
Guilherme Amado
@guilherme_amado
78% da receita da firma que contratou Moro veio de alvos da Lava Jato dlvr.it/SHZRBM




Do Conjur – Na última terça-feira (18/1), o ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União, garantiu ao Ministério Público de Contas, representado pelo subprocurador Lucas Furtado, "acesso integral" às informações do contrato do ex-juiz da "lava jato" e atual pré-candidato à presidência da República Sergio Moro com a consultoria Alvarez & Marsal.






Antes da decisão, aliados de Moro se revezaram em ataques ao ministro Bruno Dantas e ao subprocurador Lucas Furtado, em clara tentativa de intimidação. Os dados mostram que 75% da receita da filial brasileira da Alvarez & Marsal foram obtidos de empresas envolvidas com a "lava jato".





Leia mais no Brasil 247

0 comentários:

Postar um comentário