domingo, 9 de janeiro de 2022

Miriam Leitão diz que Dilma deu resposta "brilhante" a Altman sobre por que Venezuela evitou golpe de estado

 


 Brasil 247A jornalista Miriam Leitão, que foi peça importante na construção do golpe de estado contra a ex-presidente Dilma Rousseff, ao sustentar a tese das "pedaladas fiscais" como crime de responsabilidade, talvez tenha começado, neste domingo, a fazer um acerto de contas com a História. Miriam divulgou um vídeo que tem circulado nas redes sociais, de uma entrevista de Dilma ao jornalista Breno Altman, editor do Opera Mundi e comentarista da TV 247, sobre por que a Venezuela tem conseguido resistir às constantes tentativas de golpes de estado.

Ao ser questionado por Breno sobre a falta de aposta de seu governo na "mobilização social" como vacina contra o golpe, como teria sido feito na Venezuela, Dilma respondeu que o fator decisivo foi a aliança do chavismo com os militares. Curiosamente, Miriam Leitão concordou e disse que a resposta de Dilma a Altman foi "brilhante". Confira:




No Brasil, os militares não foram propriamente os detonadores do golpe de estado contra a ex-presidente Dilma. O processo teve início com o inconformismo do PSDB após sua quarta derrota eleitoral, em 2014. A tese das "pedaladas fiscais" serviu como pretexto para um golpe de estado que teve como finalidade central a transferência da renda do pré-sal do povo brasileiro para os acionistas privados (sobretudo internacionais) da Petrobrás. Por isso mesmo, uma das primeiras medidas do governo usurpador de Michel Temer foi a mudança no marco regulatório do petróleo e na política de preços da Petrobrás – o que explica, em boa medida, o empobrecimento dos brasileiros e a disparada da inflação.




Ao dizer que Dilma foi brilhante, Miriam Leitão de certa forma reconhece que a ex-presidente caiu por não ter se aliado aos militares – e não pela farsa das pedaladas fiscais. Hoje, os generais brasileiros comandam a Petrobrás e defendem a tese de que o Brasil deve manter uma política de preços que empobrece os brasileiros e transfere renda e dividendos para os acionistas privados da estatal.

0 comentários:

Postar um comentário