domingo, 26 de dezembro de 2021

Nos bastidores, Alckmin tenta convencer PSB a apoiar Haddad para o governo de São Paulo


 Brasil 247 -O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin tem atuado nos bastidores para que o PSB, partido ao qual poderá se filiar, apoie o ex-prefeito Fernando Haddad na disputa pelo governo de São Paulo. A informação é da coluna do jornalista Lauro Jardim, de O Globo

Alckmin deixou o PSDB em 15 de dezembro numa articulação que tem como objetivo viabilizar seu seu nome para ser o candidato a vice-presidente em uma chapa encabeçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na eleição presidencial de 2022.





Em setembro, Haddad e Alckmin já haviam selado um pacto, quando a candidatura do ex-governador ao Palácio dos Bandeirantes estava posta. Pelo acordo, um apoiaria o outro em um eventual segundo turno contra o atual vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB), candidato de João Doria (PSDB). 

Com sua articulação, Alckmin tenta quebrar resistências no PSB. O presidente do partido, Carlos Siqueira, vem insistindo na candidatura de Márcio França para o governo paulista, a despeito das pesquisas eleitorais apontarem Haddad  como o nome mais competitivo. 






Em uma reunião com o ex-presidente Lula para discutir uma aliança para 2022, Siqueira teria condicionado o apoio do partido à manutenção das candidaturas da legenda nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

0 comentários:

Postar um comentário