segunda-feira, 27 de setembro de 2021

TSE quer votar ação que pode cassar a chapa Bolsonaro-Mourão em um mês


 Valor - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quer julgar ação que pode cassar a chapa Bolsonaro-Mourão brevemente. A ideia é levar o caso a plenário em até um mês. O julgamento encerraria a passagem de Luis Felipe Salomão na Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral. O órgão é responsável por instruir processos sobre abuso de poder econômico e político.





A ação que deve ser decidida pela corte eleitoral é a que se refere ao suposto impulsionamento ilegal de mensagens em massa por WhatsApp. Salomão quer passar o bastão ao sucessor com pelo menos um dos casos julgados em plenário, segundo o Valor.





Ação do TSE recebeu provas de inquéritos do STF

Na última semana, novas provas foram anexadas ao processo, dados dos inquéritos das fake news e dos atos golpistas. Uma fonte ligada ao processo disse tratar-se de “material forte”. As provas trariam indícios do uso sistematizado de envio de mensagens. Há, conta, informações falsas sobre opositores de Bolsonaro bancada por apoiadores dele.




0 comentários:

Postar um comentário