sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Com quase 600 mil mortos no Brasil, Bolsonaro questiona: “Por que vacinar a garotada?”

 


DCMO presidente Jair Bolsonaro (sem partido) resolveu, nesta quinta (23), questionar a vacinação de adolescentes. Durante live semanal, o mandatário e ainda afirmou que Michelle Bolsonaro resolveu tomar o imunizante.



Ontem (22), o ministério da Saúde voltou atrás na decisão de suspender a imunização adolescentes sem comorbidades. A pasta recuou após críticas. Brigado com a Anvisa, Bolsonaro ainda disse que precisa de um comandante para resolver esse assunto.





“Falta um comandante pra isso aí. Se eu fosse um comandante não estaria assim, mas não sou o comandante. Por que o interesse em vacinar a garotada?”, questionou ele que fez mistério sobre sua vacinação.

“Minha esposa veio pedir minha opinião. Tomo ou não tomo? Eu dei minha opinião, não vou falar qual foi, mas foi dizer a decisão dela. Ela decidiu tomar a vacina, tomou”, disse.




As afirmações do presidente acontece próximo aos 600 mil mortos por covid-19 no Brasil.



Bolsonaro x Anvisa

O presidente deixou claro que reclamou com os servidores da agência e voltou a fazer insinuação negativa sobre as vacinas contra Covid-19.



“A Anvisa recomendou que eu ficasse de quarentena, eu até questionei o pessoal. ‘Até quem tá vacinado tem que estar de quarentena? Vocês não acreditam na ciência?’”, afirmou o governante brasileiro.

Ele precisa ficar cinco dias em quarentena, porque teve contato com o ministro da Saúde. Marcelo Queiroga, que está em Nova York, foi diagnosticado com Covid. Agora terá que ficar nos Estados Unidos pelos próximos 12 dias.




0 comentários:

Postar um comentário