quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Reverendo mentiu e ONG que negociou vacina não é citada em registro oficial da ONU


 UOL  - Diferente do que disse o reverendo Amilton Gomes de Paula, sua entidade não conta com nenhum registro de que tenha status oficial na ONU.


Não está no banco de dados do organismo internacional, não existe qualquer aprovação ou registro que permita a ong do reverendo usar os brasões das Nações Unidas. Apenas de a ONU contar com mais de 700 entidades registradas na América Latina e 24 mil pelo mundo, não há no banco de dados qualquer referência à iniciativa de Gomes de Paula.



O reverendo prestou depoimento na CPI da pandemia e sua convocação se deu por sua atuação para intermediar um suposto acordo para a venda de vacinas. Gomes de Paula fundou no final dos anos 90 a Secretaria Nacional de Assuntos Religiosos (Senar), sem qualquer função relacionada com imunizantes. No ano passado, a entidade ganhou um novo nome: Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários (Senah).



Na CPI, ele foi questionado pelo senador Humberto Costa sobre o uso de brasões da ONU nos documentos oficiais da entidade.



0 comentários:

Postar um comentário