domingo, 1 de agosto de 2021

Luis Miranda acredita que retorno da CPI terá “prisões” por crimes contra saúde

 


 
Metrópoles  - O deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) afirmou que o depoimento prestado à CPI da Covid-19, em junho, revelou “a ponta do iceberg” de possíveis problemas no Ministério da Saúde, segundo informações divulgadas pelo Metrópoles neste domingo (1º).


O parlamentar e o irmão, o servidor concursado Luis Ricardo Miranda, denunciaram possíveis irregularidades na compra da vacina indiana Covaxin.

Segundo ele, a nova fase da CPI poderá resultar em mandados de busca e até prisões após a Controladoria-Geral da União (CGU) identificar falsificação de documento.

Com o retorno dos trabalhos da comissão, o deputado apontou que os senadores poderão esclarecer não apenas a questão, mas também outros contratos assinados pela pasta durante a gestão do ex-ministro Eduardo Pazuello.



“Isso é crime, crime grave, daqueles envolvidos. Sabemos que a CPI pode, sim, a qualquer momento, pedir a prisão deles e mostrar que a saúde pública precisa ser levada a sério. A esperança de retorno da comissão é de que as pessoas que de fato cometeram esse tipo de crime contra o nosso povo paguem por eles”, disse.


0 comentários:

Postar um comentário