quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Em almoço com Gilmar Mendes, comandante da Aeronáutica nega apoio à aventura golpista

 

Comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Júnior

Folha de S.Paulo  - O comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Júnior, e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes tiveram, na terça-feira (3), um almoço. No encontro, o militar negou apoio a qualquer aventura golpista no Brasil. 

O encontro vem menos de um mês após o comandante da Aeronáutica ter subido o tom das ameaças contra a CPI da Covid, que vem revelando o envolvimento de militares no esquema de corrupção no Ministério da Saúde. 

Baptista Júnior havia dito que as Forças Armadas têm "base legal" para agir contra o Congresso, após o presidente do colegiado, senador Omar Aziz (PSD-AM), ter apontado para a existência de um "lado podre". 


O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF)



Além disso, o encontro ocorre em meio a tensões entre o Judiciário e Jair Bolsonaro, que vem redobrando as ameaças contra a realização das eleições de 2022

As declarações do chefe de governo preocupam o ministro Mendes. Ele reafirmou a credibilidade do sistema de votação brasileiro e negou que as urnas eletrônicas sejam alvo de fraudes. 


0 comentários:

Postar um comentário