quinta-feira, 15 de julho de 2021

CPI da Covid vai investigar perfis que divulgaram fake news na pandemia

 


   Globo - A CPI da Covid já identificou 68 perfis nas redes sociais que divulgaram fake news, informações antivacina e propagandearam o uso do kit covid, com medicamentos como a cloroquina, que não funcionam contra a doença.

Os mesmos perfis também estimularam ataques contra o Supremo, que o discurso negacionista acusa de delegar poderes para governadores e prefeitos decretarem o lockdown e impedir o governo federal a abrir a economia, comenta a jornalista Malu Gaspar em sua coluna no Globo.


A CPI poderá quebrar os sigilos dos donos desses perfis, pedindo informações ao Facebook, Twitter e ao WhatsApp. O requerimento com esse pedido deve ser votado nesta quinta (15). Há a suspeita de que esses perfis são ligados ao gabinete do ódio, grupo que atua no Palácio do Planalto sob a coordenação de Carlos Bolsonaro. 

0 comentários:

Postar um comentário