quinta-feira, 14 de maio de 2020

Investigadores não perguntam 02 da PF sobre encontro com Bolsonaro

O depoimento de Alexandre Ramagem tornou pública informação relevante sobre a preocupação de Jair Bolsonaro com o Rio. O delegado disse, na segunda (11), que levou Carlos Henrique Oliveira, agora diretor-executivo da Polícia Federal, para conhecer o presidente da República, quando foi escolhido para chefiar o órgão no estado, no ano passado.
A agenda foi uma exceção. Bolsonaro não encontrou os outros 11 delegados promovidos a superintendentes no período.

Carlos Henrique foi nomeado número dois na hierarquia da PF nesta quarta (13). No mesmo dia, prestou depoimento por algumas horas. No termo de depoimento, que transcreve os principais momentos da oitiva, não há menção a qualquer pergunta sobre como foi o encontro.
O inquérito, aberto pelo Supremo, apura as acusações de Sergio Moro contra Bolsonaro, de supostas interferências do presidente na PF. O delegado informou que nunca lhe foi pedido nenhum relatório de inteligência ou informações de inquéritos.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário