quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Governo Bolsonaro demite, readmite e demite de novo secretário que usou avião da FAB

Jair Bolsonaro anunciou que tornará sem efeito a recontratação de Vicente Santini a Casa Civil. De acordo com o ocupante do Planalto, uma nova edição do Diário Oficial da União será rodada com a nova exoneração.


Santini é o ex-número 2 da Casa Civil e havia sido demitido por usar avião da FAB como jato particular para ir a Davos, na Suíça, e depois à Índia. Ele foi recontratado no mesmo dia para o mesmo ministério, com salário menor.

Bolsonaro sinalizou que a ideia de recontratar Santini foi do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. O ocupante do Planalto anuncia um “castigo” para o ministro, que perde o PPI, o plano de concessões e privatizações, para o Ministério da Economia.



Santini recebeu R$ 90,9 mil em diárias no seu primeiro ano no governo. Segundo a coluna de Bela Megale, o valor é referente a viagens feitas por ele acompanhando a comitiva presidencial ou do ministério da Relações Exteriores. Santini fez 15 viagens em 2019, apontaram números do Portal da Transparência.





Fonte: Brasil 247
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário