terça-feira, 16 de abril de 2019

Após museu, restaurante tradicional de Nova Iorque se nega a receber homenagem a Bolsonaro

Com isso, o evento “Homem do Ano”, organizado pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, continua sem local definido
A imagem de Jair Bolsonaro não está desgastada apenas no Brasil, o que mostram as últimas pesquisas. Depois que o Museu de História Natural de Nova Iorque se recusou a receber o evento que pretende homenagear o presidente, agora foi a vez de um restaurante de luxo.
O evento “Homem do Ano”, organizado pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, continua sem local definido, pois a segunda opção consultada, o tradicional restaurante de luxo chamado Cipriani, já considerado um dos cinco melhores de Nova Iorque, também se recusou a sediar o jantar em homenagem a Bolsonaro.
Nesta terça-feira (16), o prefeito nova-iorquino, Bill de Blasio, voltou a criticar o militar reformado. Pelo Twitter, ele agradeceu ao Museu de História Natural da cidade por ter cancelado o evento.
Perigoso
“Jair Bolsonaro é um homem perigoso. Seu racismo evidente, homofobia e decisões destrutivas terão impacto devastador no futuro do nosso planeta. Em nome de nossa cidade, agradeço ao Museu de História Natural por cancelar este evento”, escreveu Blasio.

Com informações de Helena Chagas, no site Os Divergentes
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário