quarta-feira, 21 de julho de 2021

"Bolsonaro cometeu claro crime de responsabilidade ao ameaçar eleições", diz Marcelo Ramos, vice da Câmara


 Folha de S. Paulo – O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), avalia que as ameaças de Jair Bolsonaro sobre a não realização das eleições de 2022 são um "claro crime de responsabilidade". Foi o que ele disse em entrevista aos jornalistas Danielle Brant e Thiago Resende, da Folha de S. Paulo. “Porque o tipo penal que trata de eleição fala em ameaça. Então ameaçar o processo eleitoral já é crime de responsabilidade", disse ele, que busca meios para abrir o impeachment.

"O bolsonarismo está cada vez mais no gueto. O problema é que como é muito barulhento, eles parecem que são mais do que efetivamente são. Mas não vou recuar", afirma. "Bolsonaro está marchando sobre a Câmara. Pode ter gente na Câmara que está disposto a abrir caminho para ele passar nessa marcha. Eu estarei na trincheira", disse ainda.




"Tem duas questões importantes. A primeira questão é de natureza estritamente jurídica: se existem os fundamentos que caracterizam crime de responsabilidade. Essa é uma questão. A segunda questão tem natureza jurídica e política, que é se cabe no exercício provisório da presidência da Câmara acatar ou não um pedido de impeachment. Estou analisando as duas coisas", pontuou o parlamentar.

0 comentários:

Postar um comentário