segunda-feira, 6 de abril de 2020

Empresário que produz a cloroquina é militante bolsonarista

O empresário que produz a cloroquina e trata a Requinol como esperança contra o coronavírus, fez campanha para Jair Bolsonaro.

O portal Metrópoles traz uma informação interessante ao público, em matéria dos jornalistas  Raphael Veleda e Guilherme Waltenberg, é revelado que o medicamento que Bolsonaro propagandeia como esperança contra o coronavírus, é produzido por uma empresa  farmacêutica que tem como dono um “grande entusiasta do bolsonarismo”.
A Apsen, empresa que produz o Reuquinol, registrou lucro de R$ 696 milhões em 2018. O presidente da empresa, Renato Spallici faz uma defesa apaixonada de Bolsonaro e críticas duras ao PT em suas redes sociais, que segundo a matéria do Metrópoles eram abertas até a publicação da matéria em questão.


Diz a matéria:
”Com a notícia de que o composto tem se mostrado promissor – a partir de testes em infectados pelo novo coronavírus –, o remédio se esgotou nas farmácias em todo o Brasil, deixando pacientes de doenças crônicas e autoimunes, como lúpus e artrite reumatoide, para os quais é indicado originalmente, sem o composto.”
A preocupação é com a pandemia?

Bolsonaro bate na tecla da cloroquina e faz propaganda do remédio.

Importante saber que o empresário que produz a cloroquina é ativo militante bolsonarista.

Renato Spallicci, presidente da Apsen produtora do remédio, fez campanha para Bolsonaro
View image on Twitter
261 people are talking about this
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário