quinta-feira, 5 de março de 2020

Globo afirma que Bolsonaro quebra o decoro e “insiste em desonrar a Presidência”

No mais agressivo pronunciamento contra o Bolsonaro, o jornal O Globo, da família Marinho, afirma que ele “insiste em desonrar a Presidência da República”. O editorial defendeu a atitude dos jornalistas que se retiraram nesta quarta da coletiva do pibinho: “Cenas como a que patrocinou ontem agravam a falta de decoro com que representa a nação”


Em editorial contundente contra Bolsonaro, cuja eleição apoiou decididamente em 2018, o jornal da família Marinho afirmou que ele “insiste em desonrar a Presidência da República”. Rompendo a cumplicidade com a sequência de agressões de Bolsonaro aos jornalistas, o editorial defendeu a atitude daqueles que abandonaram a coletiva do pibinho nesta quarta-feira (4) quando o ocupante dos palácios em Brasília apareceu ao lado de um comediante que se dedicou a atacar a imprensa:
“O presidente Bolsonaro, em mais uma agressão aos jornalistas profissionais que por dever de ofício o seguem — logo, em mais um ataque à própria imprensa — recusou-se a responder sobre o frustrante PIB de 2019, ao escalar um humorista para que, passando-se por ele, oferecesse bananas aos repórteres.
Em decisão correta, parte se retirou. Foram desrespeitados e, por meio deles, agredidos, além da própria imprensa profissional, os direitos constitucionais que a garantem”.
Na sequência, o editorial afirmou: “Bolsonaro insiste em desonrar a Presidência da República. Continua sem entender o que ele representa por ocupar o Palácio do Planalto”. O texto conclui com a constatação óbvia de que a Bolsonaro falta o decoro previsto na Constituição para o exercício do cargo: “Cenas como a que patrocinou ontem agravam a falta de decoro com que representa a nação”.

Fonte: Brasil 247
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário