terça-feira, 29 de março de 2022

Bolsonaro disse que colocaria 'cara no fogo' por Milton Ribeiro e vira meme

 


 Folha de S Paulo  - Internautas fazem piadas sobre declaração do presidente em defesa do ministro




O presidente Jair Bolsonaro (PL) acumulou mais um nome em sua coleção de ministros exonerados nesta segunda-feira (28) ao aceitar a demissão de Milton Ribeiro, o quarto a comandar a pasta da Educação desde o ínicio do governo.


A gestão de Milton não resistiu às revelações, da Folha e de outros veículos, de indícios de um esquema informal de obtenção de verbas envolvendo dois pastores sem cargo público no MEC (Ministério da Educação).


Apenas quatro dias antes da decisão, porém, o presidente havia usado a sua live semanal para fazer uma defesa enfática do ministro, chegando a dizer que colocaria a "cara no fogo" pelo auxiliar.





"O Milton, coisa rara de eu falar aqui: eu boto minha cara toda no fogo pelo Milton. Estão fazendo uma covardia contra ele", disse Bolsonaro na quinta-feira (24).

Logo após a demissão, inúmeros internautas relembraram e fizeram piadas sobre a declaração do presidente. O nome do ex-ministro também chegou aos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil nesta segunda.




No dia seguinte (24/03) o presidente Jair Bolsonaro afirmou que "colocaria a cara no fogo" pelo Milton Ribeiro no caso do BOLSOLÃO DO MEC
313
Responder
Compartilhar






"Eu boto a minha cara no fogo pelo Milton"
Homem com a cara toda queimada
Metrópoles
@Metropoles
“Eu boto a minha cara no fogo pelo Milton. Uma covardia o que estão fazendo”, diz @jairbolsonaro sobre denúncias de propina no MEC. “Quando o cara quer armar, ele vai pelado na piscina, para a praia, pro meio do mato, não bota na agenda”, afirmou o presidente, que exigiu provas.
Vídeo incorporado
4,1 mil
Responder
Compartilhar






“Boto minha cara no fogo pelo Milton Ribeiro”.
Imagem
4,7 mil
Responder
Compartilhar







O presidente já colocou a cara no fogo?
2
Responder
Compartilhar







23:59: "Coloco minha cara no fogo pelo ministro da educação." 00:00: 👇🏻
Imagem
22
Responder
Compartilhar






"Bolsonaro diz que coloca a cara no fogo pelo Milton Ribeiro." - Bolsonaro na próxima motociada. 👇🏿
9
Responder
Compartilhar




Usuários também demonstraram pessimismo em relação à sucessão do ministro e criticaram a atmosfera de instabilidade que predomina no ministério, marcado por gestões curtas e polêmicas.




Cai o pior ministro da educação da História. Ele sucedeu o pior ministro da educação da História e deve ser sucedido pelo pior ministro da educação da História.
66,9 mil
Responder
Compartilhar






Caiu o ministro da educação! Milton Ribeiro é o segundo pior ministro da Educação quando superou Weintraub, o ex pior ministro da Educação até então O pior ministro de todos com certeza será o próximo que vier.
352
Responder
Compartilhar





Bolsonaro não se interessa por educação Nomeou Ricardo Vélez, que durou 100 dias no cargo Nomeou Abraham Weintraub, pior ministro da educação da história e saiu do Brasil foragido Nomeou Milton Ribeiro, que negociava repasse de verba do MEC para pastores
47
Responder
Compartilhar








Desde o início do governo Bolsonaro, o MEC atravessa uma série de crises e escândalos. Em pouco mais de três anos, quatros ministros já comandaram (e foram dispensados) do órgão. Antes de Milton Ribeiro, tivemos Ricardo Vélez (o aluno), Abraham Weintraub (o professor) e Carlos Decotelli (o breve). Contamos a trajetória de cada um deles nesta thread.





A BALBÚRDIA NO MEC │Desde o início do governo de Jair Bolsonaro, o Ministério da Educação atravessa uma sucessão de crises e escândalos. Em pouco mais de três anos, quatro ministros já comandaram a pasta. Siga o 🧵e relembre
1,1 mil
Responder
Compartilhar




Houve também quem chamasse atenção para o fato de que Milton Ribeiro sai do governo manchado por indícios de corrupção, um dos temas mais caros para Bolsonaro desde a sua eleição em 2018. O discurso anticorrupção marcou o bolsonarismo e serviu para fortalecer o discurso antissistema do então candidato.








0 comentários:

Postar um comentário