segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Universitária comemora aniversário com bolo de Hitler e caso vai parar na polícia


Folha de S Paulo  - A reitoria da UFPel (Universidade Federal de Pelotas) encaminhou à polícia um caso de apologia ao nazismo. Uma aluna da instituição comemorou seu aniversário com um bolo com a imagem de Adolf Hitler. No seu aniversário de 24 anos, Caroline Gutknecht, estudante de História, comemorou nas redes sociais: “E aqui a hora do parabéns tava ótimo (sic).





Segundo a coluna de Mônica Bergamo na Folha, a universidade destacou que o episódio não ocorreu em suas dependências e nem durante atividade acadêmica. Mesmo assim, alegou que está “acompanhando e averiguando os fatos ocorridos recentemente com a cautela necessária, também para que não aconteçam atos injustos, devido a análises intempestivas de nossa parte”.





Bolo de Hitler pode causar prisão de 2 a 5 anos

O crime de apologia ao nazismo, no Brasil, prevê pena de dois a cinco anos de reclusão a quem fabrica, comercializa, distribui ou veicula símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a suástica para divulgar o nome de Adolf Hitler.





No Brasil, entre 2015 e 2021, houve um aumento de 600% de denúncias pelo crime na internet. No mesmo período, o número de células neonazistas passou de 75 para 530.

0 comentários:

Postar um comentário