segunda-feira, 11 de outubro de 2021

CPI da Covid estuda denunciar Bolsonaro no Tribunal de Haia

 


DCMA cúpula da CPI da Covid trabalha para que uma cópia do relatório final da investigação da comissão seja entrega para o Tribunal Penal Internacional, em Haia. Os senadores vão apontar condutas que configuram crime contra a humanidade. Através das informações do documento, a Justiça internacional fará o julgamento do presidente.




Uma das ações que podem ser condenadas é a insistência no kit covid. Tratamento sem eficácia contra a Covid-19. Isto pode ter sido fundamental para o elevado número de vítimas na pandemia. Mais de 600 mil pessoas morreram da doença no Brasil.

Além disso, Bolsonaro atrasou a compra dos imunizantes. Sem contar que segue fazendo campanha contra a vacinação. Houve também a desassistência aos povos indígenas. Há outras acusações contra o governante brasileiro.

Os senadores ainda não decidiram se vão enviar o relatório para TPI. Porém, entendem que isso pode ampliar o desgaste à imagem do presidente. Mesmo que não tenha nenhum resultado jurídico.



Bolsonaro já foi denunciado em Haia

Em 2019, Bolsonaro foi denunciado à corte internacional pela Comissão Arns. Na época, as acusações foram de “crimes contra a humanidade” e “incitação ao genocídio de povos indígenas” do Brasil.




O documento continua em análise e não tem nenhum desdobramento que o público tenha conhecimento.

0 comentários:

Postar um comentário