sábado, 9 de outubro de 2021

Allan dos Santos incentivou Bolsonaro a dar golpe, diz PF ‌

 


EstadãoA Polícia Federal aponta que Allan dos Santos tentou influenciar Jair Bolsonaro e parlamentares aliados a darem golpe de Estado. O caso ocorreu durante os atos golpistas entre abril e maio de 2020. As informações constam nos autos do inquérito das milícias digitais.




“Allan dos Santos tentou influenciar e provocar um rompimento institucional”, relata o inquérito. Segundo a coluna de Fausto Macedo no Estadão, a influência ocorreu por meio da “posição privilegiada” do blogueiro. Entre seus aliados estão Bia Kicis, Paulo Eduardo, Daniel Silveira, Caroline de Toni e Eduardo Bolsonaro.

Durante as manifestações, segundo o relatório, ele encaminhou mensagens ao ajudante de ordens de Bolsonaro alertando sobre a “necessidade de intervenção militar”. “As FFAA precisam entrar urgentemente”, afirma ele. Também alega que “não dá” para aceitar as decisões do Supremo Tribunal Federal (STF).




Allan dos Santos é um dos alvos do inquérito

Allan dos Santos é alvo do inquérito das milícias digitais. A investigação aponta que as redes sociais são utilizadas por bolsonaristas como instrumento de “agressão, propagação de discurso de ódio e de ruptura ao Estado Democrático de Direito”. O inquérito é o mesmo que resultou na prisão de Roberto Jefferson.



A apuração mira a atuação de organização criminosa que atua nas redes sociais para financiar, publicar e distribuir ataques contra as instituições.

0 comentários:

Postar um comentário