segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Roger é escrachado nas redes por “trair” Bolsonaro e defender a vacina.


 A Postagem  - Vivi para ver um bolsonarista xiita como Roger ser espinafrado nas redes por dizer o oposto do que Bolsonaro sempre pregou sobre as vacinas. Ele não só defendeu a eficácia das vacinas com base na redução inapelável de internações e mortes, como, imagine isso, defendeu a obrigatoriedade da vacinação em respeito à coletividade.




Sim, você pode não acreditar, mas que essa figura tosca, que se não chega a ser um Augusto Nunes em termos de estupidez é, no mínimo, um borralho do não menos tosco Guilherme Fiuza ou mesmo Rodrigo Constantino.



O sujeito se lambuzou esse tempo todo do que existe de mais fascista no mundo para apoiar até os traques de Bolsonaro e acabou por se meter num furdunço com Janaina Paschoal e o próprio Rodrigo Constantino, fazendo com que suas declarações a favor da vacina e da vacinação compulsória ecoasse na boca do inferno bolsonarista.



O resultado foi uma tempestade de ataques ao ex-ídolo do pasto Brasil num festival de mugidos inédito na história dos asnos traídos.



Mas não deixa de ser reveladora essa nova postura do eterno “a gente somos inútil”.

Tudo indica que Roger, assim como muitos, tomou o caminho da terceira via, pois carrega o mesmo DNA retórico para, possivelmente, cair nos braços de João Dória.

A conferir.



Eu conheço dezenas que se vacinaram e não morreram. Isso que vc está fazendo chama-se falácia non sequitur. Talvez isso ajude o pessoal a separar as coisas: criticanarede.com/falacias.html twitter.com/SueColbert/sta
189
85
Compartilhar este Tweet

0 comentários:

Postar um comentário