quarta-feira, 11 de agosto de 2021

“Negras fedem a bicho”: bolsonaristas ofendem mulher em grupo de WhatsApp

 


DCMEm seu aniversário, no último domingo (8), Carol Inácio, militante negra e influencer, foi colocada num grupo de WhatsApp e passou a ser ofendida com ataques racistas.



Entre as frases que teve de ler estavam “negras fedem a bicho”, “mesma coisa que transar com animal” e “no BBB 2022 poderia ter uma senzala de vidro só para negros”.

De acordo com o Globo, um deles chegou a ameaçar dar “uma paulada na cabeça dela”.

Carol integra o Movimento de Mulheres Negras de Colatina e se apresenta como “afroencer”.



Ela afirma que os ataques podem ser motivados por seu posicionamento político:

“Eles postaram uma foto da minha tia tomando vacina com uma máscara escrita “fora, Bolsonaro”. E isso foi assustador porque eles conhecem minha família e a gente acha que vai encontrar uma pessoa te esperando na porta de casa. Eu tirei print, saí, denunciei o grupo e fiz meu primeiro boletim de ocorrência online”.




0 comentários:

Postar um comentário