sábado, 7 de agosto de 2021

Assessor de Biden disse a Bolsonaro que urnas eletrônicas são seguras

 


Folha de S.Paulo - O assessor de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jake Sullivan, afirmou, em conversa com Jair Bolsonaro na quinta-feira (5), que o governo estadunidense acredita que o Brasil pode promover eleições justas com o sistema eleitoral atual, de urnas eletrônicas. Os americanos teriam dito estar preocupados com as alegações de fraude eleitoral. Segundo um alto funcionário americano disse à jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S. Paulo, “os Estados Unidos foram muito diretos ao expressar a grande confiança que depositam na habilidade atual das instituições brasileiras de realizarem eleições livres e justas, com salvaguardas adequadas para evitar fraudes”.



“Ressaltamos a importância de não minar a confiança no processo, especialmente porque não há evidências de fraudes em eleições anteriores no Brasil”, teria dito Sullivan. "Segundo relatos, Bolsonaro disse que as eleições se realizarão em 2022, respeitando as quatro linhas da Constituição. Mas insistiu na tese de que houve fraude eleitoral", informa ainda Campos Mello.



0 comentários:

Postar um comentário