quarta-feira, 28 de julho de 2021

Rejeição ao Bolsonaro aumenta para 56%, enquanto rejeição a Lula diminui mais 12 pontos

 


 Poder 360  - Pesquisa PoderData realizada nesta semana (5-7.jul.2021) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é o menos rejeitado entre os pré-candidatos à Presidência da República. Hoje, só 36% dos eleitores dizem que não votariam no petista de jeito nenhum. É uma queda de 12 pontos percentuais em comparação com o levantamento anterior.



A taxa dos que rejeitam Lula se distancia dos números do presidente Jair Bolsonaro (56%), do governador de São Paulo, João Doria (56%) e do pedetista Ciro Gomes (52%). A taxa de rejeição de todos esses aumentou. Manteve-se estável, no entanto, a curva de eleitores mais fiéis –que declaram que algum dos candidatos é o único em que poderiam votar. Bolsonaro segue com o apoio firme de 32% da população, sem variações expressivas ao longo de toda a série.



O levantamento perguntou aos entrevistados se cada candidato seria o único em que votaria, se era uma possibilidade de voto ou se não teria o seu voto de jeito nenhum.



Esta é a 1º rodada da divisão de pesquisas feita sem os pré-candidatos Luciano Huck e João Amoêdo (Novo), que no mês anterior à pesquisa declararam que não participariam das eleições presidenciais.



BOLSONARO MANTÉM BASE

Mesmo com a alta na rejeição, ? do eleitorado segue dizendo que só votaria no atual presidente. O número não teve variação expressiva desde meados de março.





Esta pesquisa foi realizada no período de 5 a 7 de julho de 2021 pelo PoderData, a divisão de estudos estatísticos do Poder360. A divulgação do levantamento é feita em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.



Foram 2.500 entrevistas em 421 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

Para chegar a 2.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população.


0 comentários:

Postar um comentário