quinta-feira, 1 de julho de 2021

PSDB convoca para manifestações de sábado contra Bolsonaro e MBL avalia adesão

       


  Folha -Enquanto membros da Campanha Nacional Fora Bolsonaro esperam maior adesão do público nas manifestações em defesa do impeachment do presidente Jair Bolsonaro marcadas para este sábado (3), partidos e atores políticos mais ao centro e à direita avaliam que a crise se agravou, mas ainda digerem os novos fatos com ceticismo sobre a formação de uma força de oposição mais ampla e decisiva.

As novas suspeitas de irregularidades na aquisição de vacinas contra a Covid-19, reveladas pela Folha na terça-feira (29), e o caso Covaxin, no alvo da CPI do Senado desde a semana passada, movimentaram algumas peças. (…)



O PSDB, que vinha se mantendo afastado dos atos, promovidos sobretudo por movimentos e partidos de esquerda, decidiu se somar aos protestos. Já o MBL (Movimento Brasil Livre), um dos protagonistas do impeachment de Dilma Rousseff (PT), resolveu consultar seguidores sobre ir às ruas ou não.

“Nosso líder Bruno Covas disse que restariam poucos dias para o obscurantismo e o negacionismo e, para que isso se concretize, é necessário que todos os que são a favor da democracia e principalmente da vida se unam contra um governo que coloca o brasileiro a venda por 1 dólar”, diz nota assinada pelo presidente do diretório municipal do PSDB da capital paulista, Fernando Alfredo.


O partido convoca na nota “a militância tucana e simpatizantes para que, dentro dos protocolos, estejam presentes nessa luta em defesa da democracia”. (…)

0 comentários:

Postar um comentário