terça-feira, 27 de julho de 2021

General Ramos resiste a entregar Casa Civil e reforma ministerial de Bolsonaro corre risco

 


Folha de S. Paulo  -O ministro da Casa Civil, general Luiz Eduardo Ramos, resiste a entregar o cargo ao senador Ciro Nogueira (PP-PI). Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, o militar busca convencer Jair Bolsonaro a preservá-lo na função, colocando em risco a reforma ministerial anunciada pelo governo federal.

Ciro Nogueira, presidente do PP e representante do Centrão, que na semana passada foi anunciado para assumir a pasta mais prestigiada da Esplanada, já está agora sendo cotado para a Secretaria-Geral da Presidência.




O senador tem uma reunião com Bolsonaro prevista para a manhã desta terça-feira (27) a fim de definir os detalhes da nomeação no ministério, informa a Folha.

Desde o anúncio do nome de Ciro, notícias na imprensa lembram o passado do parlamentar em apoio ao ex-presidente Lula, à sua opinião sobre Bolsonaro, que em 2018 chamou o então candidato de “fascista” e o fato de ele ser contra o voto impresso, pauta usada por Bolsonaro para ameaçar as eleições de 2022.

0 comentários:

Postar um comentário