terça-feira, 20 de julho de 2021

Deputado bolsonarista é condenado a indenizar jornalista em R$ 50 mil por ataques machistas

   


  O Dia -Decisão na primeira instância apontou que André Fernandes (Republicanos-CE) ofendeu a honra de Patrícia Campos Mello ao acusá-la de trocar sexo por informações prejudiciais ao presidente da República; cabe recurso




O deputado estadual André Fernandes (Republicanos-CE) foi condenado a indenizar a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S. Paulo, após realizar ataques machistas contra ela. Segundo a sentença, proferida na segunda-feira (19) pela 27ª Vara do Foro Central Cível de São Paulo, ele terá que pagar R$ 50 mil pelas inverdades. Ainda cabe recurso. 
De acordo com o magistrado,  Vitor Frederico Kümpel, as publicações de cunho machista por parte do parlamentar em suas redes sociais atentaram contra a honra da jornalista, tanto no âmbito profissional como no privado.


"Com efeito, as frases proferidas pelo réu através da rede social conhecida como "Twitter" revelaram-se extremamente perniciosas à honrada autora, seja no âmbito profissional, seja pelo fato de ser mulher em uma sociedade que infelizmente ainda, carrega o estigma machista, considerando até certo ponto normal proferir impropérios contra outrem que seja do sexo feminino, simplesmente por se opor às suas opiniões", escreveu o juiz.
Na ocasião, Fernandes afirmou que Patrícia trocou sexo por informações prejudiciais ao presidente Jair Bolsonaro após uma reportagem dela sobre o uso do WhatsApp para o disparos em massa de notícias falsas. 

Recentemente, Bolsonaro também foi condenado a indenizar a jornalista em R$20 mil após dizer que a repórter "queria dar o furo a qualquer preço" contra ele.


0 comentários:

Postar um comentário