terça-feira, 6 de julho de 2021

CPI da Covid descobre em conversa telefônica de PM que Bolsonaro sabia das negociações para a compra de vacinas


 Brasil 247 - O cabo da Polícia Militar Luiz Paulo Dominguetti afirmou em março deste ano, enquanto negociava a aquisição de vacinas com o Ministério da Saúde, que Jair Bolsonaro sabia das tratativas entre a empresa que representava e o governo federal. 

A citação a Bolsonaro aparece em uma mensagem obtida no celular do representante da Davati Medical Supply, apreendido durante depoimento prestado por ele na CPI da Covid. 



A conversa foi feita em 16 de março. Dominguetti afirma que enviou a proposta para o então secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco. "Já houve três reuniões. Na última sexta-feira com o secretário Franco e um coronel. O dono da Davati enviou o e-mail pessoalmente. Segundo informações, o próprio presidente Bolsonaro já foi informado das vacinas", afirmou em uma das mensagens, informa O Globo.

O representante da empresa Davati Medical Supply foi chamado a depor na CPI da Covid porque tinha afirmado que autoridades do Ministério da Saúde pediram propina durante negociação de 400 milhões de doses da vacina Astrazeneca





0 comentários:

Postar um comentário