terça-feira, 6 de julho de 2021

Com 5 anos de atraso, Barroso admite que Dilma sofreu um golpe e STF ficou mudo


A Postagem -Para justificar a tese de sua quarta via, o ministro do STF, Luis Roberto Barroso, com cinco anos de atraso, resolveu admitir que o que Dilma sofreu foi golpe.


Barroso diz, “Creio que não deve haver dúvida razoável de que ela não foi afastada por crimes de responsabilidade ou corrupção, mas sim foi afastada por perda de sustentação política. Até porque afastá-la por corrupção depois do que se seguiu seria uma ironia da história”.



Todos sabem que Barroso sempre foi um escapulário da burguesia nativa e, vendo que o apelo das massas será  cada vez maior e mais forte, a burguesia já percebeu que só sustenta um Estado elitista se a democracia for mutilada com um parlamentarismo aos moldes liberais.

Por isso, agora, Barroso, que sempre foi um entusiasta da caça às bruxas promovida por Moro, Dallagnol e cia., resolveu admitir que Dilma sofreu um golpe e, consequentemente isso tem custado caro à democracia por ter como resultado um monstro no poder, o que reforça ainda mais que a burguesia quer o povo distante do poder e de seu próprio destino.




0 comentários:

Postar um comentário