segunda-feira, 19 de julho de 2021

Bolsonaro volta a atacar Barroso e insinua fraude: “mesmas pessoas que tiraram Lula da cadeia vão contar os votos no TSE”


   Brasil 247 -Jair Bolsonaro voltou a atacar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso. Em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, o presidente insinuou que Barroso, que está à frente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), atuaria para fraudar as eleições de 2022 e eleger o ex-presidente Lula. 




"As mesmas pessoas que tiraram Lula da cadeia, e tornaram ele elegível, vão contar os votos dentro do TSE de forma secreta. O pessoal diz que eu estou ofendendo o ministro Barroso. Não estou. Estou mostrando a realidade", disse Bolsonaro. 



"Eu não posso, de acordo com o artigo 85 da Constituição, interferir no legislativo. O Barroso foi para dentro do parlamento fazer reunião com parlamentares e o que vários líderes fizeram? Trocaram os parlamentares para votar contra o voto impresso, o voto aditável. Agora, eleições não aditáveis isso não é eleição. É fraude", prosseguiu.



"Não tem um hacker preso em Minas Gerais? Ele está preso por quê? Porque invadiu o TSE. O Barroso não disse que o TSE é inviolável? Ele está preso por quê? Ele não cometeu crime? As evidências são tão claras, só não entende quem não quer", completou.

0 comentários:

Postar um comentário