terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Míriam Leitão, que tinha “expectativas positivas” com Guedes, agora critica “populismo econômico” do governo


Em sua coluna no Globo, Míriam Leitão afirmou que “Bolsonaro escancarou populismo econômico” com intervenção na Petrobras.




“A interferência na Petrobras é mais grave do que o mercado refletiu ontem no banho de sangue dos pregões. Ao fim, a Petrobras tinha perdido R$ 98 bilhões em dois dias. Outras estatais também caíram. O que Bolsonaro quer? Ele busca ganhos políticos”, escreve.

No início do governo, ela afirmou ter “expectativas positivas” com a agenda de Guedes.

Dois anos depois, se arrependeu e disse que “acreditou quem quis”.



A colunista afirma que quem sofre é o contribuinte e dispara:

“Bolsonaro desde o início sabotou o projeto liberal que vendeu na eleição. Agora foi além no estelionato. Ele escancarou seu populismo econômico, um caminho que sempre termina em crise”.


Fonte: DCM

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário