sexta-feira, 19 de junho de 2020

Militância bolsonarista está dividida e desanimada com prisão de Queiroz e demissão de Weintraub

A prisão de Fabrício Queiroz dividiu os bolsonaristas nas redes sociais. De acordo com pesquisa da consultoria AP Exata, parte da militância de extrema direita que acompanha Jair Bolsonaro afirma que Flávio Bolsonaro deve ser punido se cometeu crime. Outros dizem que tudo não passa de perseguição política para atingir Jair Bolsonaro. 


A demissão de Abraham Weintraub do Ministério da Educação levou desânimo às fileiras bolsonaristas. Alguns considerados influenciadores de peso da militância bolsonarista fazem críticas à inação de Bolsonaro em relação ao que consideram ofensivas do Supremo Tribunal Federal contra o governo. 


A coluna da jornalista Mônica Bergamo registra que o caso Queiroz elevou as menções negativas a Jair Bolsonaro nas redes.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário