terça-feira, 23 de junho de 2020

Advogado de Collor e PC Farias recusa defesa de Flávio Bolsonaro

Antes mesmo da prisão de Queiroz, Nabor Bulhões já tinha sido convidado para atuar no caso defendendo Flávio. Após a prisão, o convite foi reforçado. Ele recusou


O advogado Nabor Bulhões, conhecido por atuar nos casos de Odebrecht, do ex-presidente Fernando Collor de Mello e PC Farias, recusou o convite para atuar na defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no caso do seu ex-assessor e ex-motorista, Fabrício Queiroz.

O criminalista deu sua resposta a interlocutores do parlamentar e do próprio presidente Jair Bolsonaro no fim de semana. De acordo com ele, o processo da “rachadinha” corre no Rio de Janeiro e que seria complicado um advogado de Brasília se dedicar ao caso como ele exige.



Bulhões disse ainda que está com a agenda tomada por ações em que já atua em tribunais superiores.
Aliados da família Bolsonaro dizem ainda ter esperança que o advogado possa atuar na elaboração de pareceres no caso da “rachadinha”. Nabor, no entanto, não mostrou disposição para isso.

Antes mesmo da prisão de Queiroz, o criminalista já tinha sido convidado para atuar no caso defendendo Flávio. Após a prisão, o convite foi reforçado.
Com informações da coluna de Bela Megale
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário