sábado, 16 de maio de 2020

PT apresentará pedido de Impeachment de Bolsonaro

Partido dos Trabalhadores (PT)  resolveu se unir a outros partidos de esquerda e apoiar o Impeachment contra Jair Bolsonaro. Antes um pouco relutante, a legenda aderiu de vez ao “Fora Bolsonaro”, inclusive com o ex-presidente Lula subindo o tom das críticas contra Jair Bolsonaro. Os petistas formalizarão na próxima semana o pedido de Impeachment.

O PT decidiu nessa sexta-feira (15) apresentar na Câmara dos deputados, o pedido de Impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Crimes de responsabilidade e contra a saúde pública em meio ao avanço da pandemia de coronavírus.

O pedido será assinado por movimentos sociais, intelectuais, setores da sociedade civil, entidades do mundo jurídico e junto a outros partidos de esquerda.  A executiva nacional do partido decidiu finalmente encampar a luta pela saída imediata de Bolsonaro.




”Com este governo, não dá mais”, disse Gleisi, em anúncio com os líderes José Guimarães e Enio Verri.
O anúncio foi feito por ela e os líderes do PT na Câmara, Enio Verri (PR), e da Minoria no Congresso, José Guimarães (CE). “Bolsonaro é incapaz de dar resposta à crise que estamos vivendo e não tem condições, nem capacidade administrativa e humana de conduzir o país. Briga com todo o mundo, e não protege o povo brasileiro”, apontou Gleisi Hoffmann. “É bom lembrar que o PT tem quatro ações na Justiça Eleitoral que pedem a cassação de chapa de Bolsonaro e [Hamilton] Mourão”.

“É preciso fazer avançar o pedido de impeachment”, disse Enio Verri. “É em respeito ao povo brasileiro e à vida da população. Enquanto a população morre, temos um presidente irresponsável”.
O ex-presidente Lula já mostrava sinais que iria aderir ao Fora Bolsonaro e afirmou que já “foi muito republicano”.


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário