quinta-feira, 14 de maio de 2020

Novo chefe da PF não afasta superintendente que Bolsonaro rejeita

O diretor-geral da PF, Rolando de Souza, decidiu manter Carla Patrícia na chefe do órgão em Pernambuco, ao menos por enquanto.
A superintendência estava na mira de Bolsonaro, que reclamava de suposta relação da policial com o governo do estado (PSB). Ela foi corregedora de um órgão da segurança pública pernambucana de 2017 a 2019

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário