quinta-feira, 14 de maio de 2020

Vazam podres de membros do Centrão agraciados por Bolsonaro

Alvo de operação para apurar desvios em obras públicas em Pernambuco, Silvano Queiroga ostenta padrão de vida incompatível com o que ganha, segundo inquérito da PF. Entre as compras, destacam-se uma bolsa Dolce & Gabbana de R$ 4.250 e um travesseiro de pena de ganso de R$ 1.450.
Queiroga é ligado ao deputado Sebastião Oliveira (PL-PE), também alvo da operação Outline e responsável por indicar Fernando Leão para a chefia do DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas). Oliveira foi um dos primeiros contemplados pelo presidente Jair Bolsonaro em sua tentativa de aproximação do centrão no Congresso.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário