domingo, 1 de março de 2020

Carla Zambelli defende e estimula agressão fascista contra Gleisi Hoffmann

Deputada bolsonarista diz que a presidente do Partido dos Trabalhadores não tem o direito de circular livremente; Gleisi enfrentou fascistas e prepara ação judicial contra os agressores


A deputada Carla Zambelli, da tropa de choque bolsonarista, defendeu a agressão fascista contra a deputada Gleisi Hoffmann, que enfrentou seus agressores, e disse que ela não tem o direito de circular livremente.  


"Eu, deputada Carla Zambelli, não tenho o hábito de aplaudir atitudes de intimidação frente à pessoas, principalmente quando estão em menor quantidade.Mas, nesse caso, bato palmas para os cidadãos, pois não vejo como intolerância. É a tal da lei do retorno", postou ela em seu facebook.
"Pessoas como ela, precisam entender que se não estão na prisão de fato, devem permanecer em prisão domiciliar e não devem ser bem vindas em qualquer lugar", afirmou ainda Carla.


A presidente do PT disse que não irá se intimidar diante de fascistas e prepara ações judiciais contra os agressores (saiba mais aqui).
Reações:

5 comentários:

  1. Quem é Carla Zambeli para decidir quem tem o direito de circular livremente? Essa criatura nefasta estimulou o golpe que nos trouxe ao inferno astral e a levou ao congresso nacional, ilustre desconhecida até então. Espero que seja mandato único.

    ResponderExcluir
  2. Mulherzinha medíocre sem valor, só isso define essa corja imunda de falsos moralistas, odiosos, ignorantes e intolerântes covardes, isso é típico dos apoiadores desse desgoverno lixo.

    ResponderExcluir
  3. Mete um processo nesse lixo, Gleisi Hoffmann!
    Mulherzinha cretina!!

    ResponderExcluir
  4. Que nível estes apoiadores do Bolsonaro. Muito triste
    Gentalha ignara. Força Gleisi.

    ResponderExcluir
  5. Oque posso falar , isso ai é a imagem de uma mulher sem competência . Que foi eleita pegando carona em outros candidatos, nunca vai chegar aos pés da ex- senadora Gleisi Hoffmann . porque sua capacidade é pífia e sem apego moral, para uma parlamentar .

    ResponderExcluir