sábado, 25 de janeiro de 2020

Processo da Lava Jato contra Serra de US$ 23 milhões prescreve

O processo contra o senador  José Serra (PSDB-SP) pela Lava Jato, acaba de prescrever. Ele foi acusado de receber propina da Odebrecht no valor de US$ 23 milhões. Ele foi visto em fotos com Sérgio Moro e sua esposa, quando Moro ainda era juiz da Operação, no mesmo evento Moro se deixou fotografar aos risos com o então senador Aécio Neves (PSDB-MG).



Processo contra o Senador José Serra (PSDB-SP) acaba de prescrever. Devido a ter mais de 70 anos, o prazo cai pela metade. A decisão foi tomada em sigilo pelo juiz eleitoral Francisco Shintate, que declarou nula, a possibilidade de punição ao senador tucano.
A decisão foi tomada nessa sexta-feira (24).
As informações são da Revista Crusuoé, do Antagonista.


Serra foi visto em evento com José Serra aos risos, junto de sua esposa.


Um documento da Dersa de 2018 mostrou que a estatal paulista pagou mais de R$ 191 milhões a Odebrecht através de um contrato fraudado.
Documentos mostraram depósitos na conta gerida pela filha de José Serra na Suíça. Os documentos foram enviados as autoridades brasileiras em 2018 e mostram que uma empresa citada pela Odebrecht, fez depósito de 400 mil euros em conta administrada pela filha de José Serra.
Com a prescrição o processo está por fim anulado e finalizado, sem uma conclusão.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário