quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

"Os ares democráticos não admitem a censura", diz Marco Aurélio sobre proibição a vídeo do Porta dos Fundos

"É uma barbaridade. Os ares democráticos não admitem a censura", afirmou Marco Aurélio Mello, do STF sobre a decisão da Justiça do Rio de Janeiro que determinou a retirada do ar do Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo”


Para o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), a decisão da Justiça do Rio de Janeiro que ordenou a retirada do ar do “Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo” caracteriza censura e será derrubada pelos tribunais superiores.
"É uma barbaridade. Os ares democráticos não admitem a censura", afirmou Marco Aurélio, em entrevista ao colunista Bernando Mello Franco.
Segundo o ministro, a decisão de retirar do vídeo não tem amparo na Constituição.


Fonte: Brasil 247
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário