quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

🎥Lula diz que Bolsonaro é “lambe botas dos EUA”

O ex-presidente Lula, atacou de maneira dura o apoio quase que automático de Bolsonaro a tudo de Trump, mais especificamente, sobre o fato de apoiar a investidura americana contra o Irã. Em entrevista ao DCM (Diário do Centro do Mundo), Lula não economizou nas críticas a subserviência de Bolsonaro a Trump. Chamou Bolsonaro de lambe botas.



Em entrevista exclusiva ao site Diário do Centro do Mundo, realizada hoje (8), Lula criticou o alinhamento total de Bolsonaro a Trump e aos EUA. E mandou um recado a Bolsonaro:
“Ô, Bolsonaro, o Brasil não precisa disso. O Brasil não precisa ser lambe-botas de ninguém”.



Lula comentou o clima de conflito no Oriente Médio, em entrevista transmitida pela internet pelo Diário do Centro do Mundo e falou  que o Brasil não deve se envolver no conflito entre Irã e EUA.


“A época não é própria, não é adequada para um país como o Brasil se meter em confusão numa briga externa. O Brasil é um país que não tem contencioso. […] O papel de um país como o Brasil era não se meter nisso. O Brasil tem superávit comercial com o Irã. Pode ser parceiro do Irã e dos Estados Unidos. O Brasil não tinha cair de joelhos nos pés do presidente Trump e logo concordar que o ataque ao general foi um ataque a um terrorista”, disse Lula.
Lula acredita que a postura de Trump é para tirar o foco do Impeachemnt e garantir sua reeleição:
“O Trump sabe que não está fácil a reeleição com a quantidade de coisa que ele faz lá. Ele sabe que pode perder a eleição. Então, uma guerra sempre ajuda muito. É o que ele está provocando”, alegou.
Lula frisa que o Brasil, sempre foi um construtor da paz e não deve se meter no conflito entre Irã e EUA. E criticou a posição do governo brasileiro em relação a morte do general iraniano Qaasem Soleimani.
Até o Irã pediu explicações ao governo Bolsonaro sobre a note de apoio a Trump


“Bolsonaro não tem medido esforços para provar que é lambe-botas dos Estados Unidos. Já bateu continência para a bandeira americana, ficou orgulhoso de um encontro de 17 segundos que teve com o Trump, tem orgulho de o filho dele ser amigo daquele cidadão americano que orientou aquele tal de Guaidó se autoprocolamar presidente da República. O que fico triste é que os americanos criam essa situação melancólica, triste e patética e o governo Bolsonaro vai atrás tentando mostrar que tudo de errado é a Venezuela”, declarou o ex-presidente, dizendo ainda que essa subserviência é grave e vai na contramão do discurso de soberania de Bolsonaro. “Acho que é a incompetência de não saber o orgulho de não saber o orgulho que dá ser presidente de um país soberano. […] O cidadão tem que ser altivo”, alfinetou Lula.


Veja a entrevista completa no DCM:
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário