segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Descartado da embaixada, Eduardo irrita Congresso e é ‘filho problema’ de Bolsonaro

Descartado para ocupar a Embaixada do Brasil em Washington, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) entrou de cabeça na guerra virtual travada pelo grupo ligado a seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, contra parte do PSL e vive incerteza sobre seu papel na Câmara em 2020.


Alijado do comando do diretório estadual de São Paulo e prestes a deixar a presidência da Comissão de Relações Exteriores, tema ao qual se dedicou durante o primeiro ano desta legislatura, o deputado enfrenta disputa para sair do PSL sem perder o mandato e recebe críticas pelos ataques duros a desafetos e à imprensa nas redes sociais.

Além disso, é alvo de um processo no Conselho de Ética da Câmara, sob acusação de quebra de decoro por ter falado, em entrevista, sobre a possibilidade de um “novo AI-5” —ato institucional que marcou o endurecimento da ditadura militar, em 1968.


Com isso fora da mesa, adotou postura mais agressiva e está sendo visto como o novo “filho problema” do presidente da República.


Fonte: Folha de São Paulo
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário