domingo, 24 de novembro de 2019

Secretário de extrema-direita da PGR não quer que discurso de ódio seja banido do Facebook

O secretário de Direitos Humanos da Procuradoria Geral da República ( PGR ), Aílton Benedito, está numa cruzada pessoal contra o Facebook desde o início do ano. Por duas vezes, o procurador tentou impedir que a rede social banisse, de forma independente, postagens contendo mensagens de ódio, violência, exploração sexual e conteúdo cruel. As tentativas aconteceram antes de Benedito assumir o cargo na PGR. No Twitter , o procurador é conhecido por criticar políticos de esquerda, a quem frequentemente chama de “esquerdopatas”, e por defender o presidente Jair Bolsonaro .


O procurador não está sozinho na sua batalha contra as gigantes da internet. O procurador-geral da República, Augusto Aras , seguiu a mesma linha em um processo envolvendo o Google . Na semana passada, Aras encaminhou parecer referente a uma ação sobre ofensas proferidas na rede social Orkut contra uma professora. No documento, o procurador-geral disse que não cabe às empresas de tecnologia fazer o controle prévio das postagens sob pena de a prática implicar em censura.
(…)
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário