segunda-feira, 23 de setembro de 2019

PM do MBL vai a enterro de Agatha agredir quem estava no velório, assista


O policial derrubou um jovem da Marcha das Favelas ao ser questionado sobre seus posicionamentos



O policial militar Gabriel Monteiro, integrante do MBL e assessor de deputado do PSL, derrubou um jovem da Marcha das Favelas que cobrava explicações sobre suas posições defendidas durante enterro da menina Agatha Félix, de 8 anos, assassinada pela PM. Após dar um soco no ativista da Marcha das Favelas, ele entrou no carro e fugiu.

“Tu mata mil pessoas e apreende 400 fuzis e quer falar de melhoria? Quer falar de melhoria dentro de favela? Mata uma criança de 8 anos […] Quer encher teu cu com a desgraça dos outros, quer pagar de mídia. Vai trabalhar, então, vagabundo, tá fazendo o que aqui?”, diz o jovem ao integrante do MBL.
Gabriel Monteiro não responde aos questionamentos e apenas fica falando “calma” olhando para um celular que filmava a ação, como forma de parecer controlado. No entanto, no fim do vídeo ele se cansa e dá um soco no rapaz que questionava “por que você não vai com as crianças fazer algo de decente no mundo”, o derruba no chão e entra, às pressas, em um carro com assessores.

O ativista disse que o rapaz “chamou uma multidão de pessoas” para agredi-lo e apedrejar seu carro, mas no vídeo ele aparece apenas com duas pessoas e não há sinais de danos ao veículo.

A jornalista Daiane Mendes compartilhou o vídeo e questionou: “Um PM covarde foi no cemitério de Inhaúma pra agredir quem prestava solidariedade depois da morte da Ágatha. Essa é a PM que vcs querem?”.

Fonte: Revista Fórum 

Veja vídeo:
Um PM covarde foi no cemitério de Inhaúma pra agredir quem prestava solidariedade depois da morte da Ágatha.
Essa é a PM que vcs querem?
5.430 pessoas estão falando sobre isso
Graças a Deus o líder da Marcha das Favelas não conseguiu consumar a armadiiha que fez contra mim. Convidou-me para conversar, chamou uma multidão de pessoas e tentou me impedir de fugir, me xingando e agredindo. Meu carro foi apedrejado. Tive que me defender. Compartilhem!
9.195 pessoas estão falando sobre isso
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário