domingo, 19 de maio de 2019

Em mais um recuo, Bolsonaro mantém evento da ONU sobre mudanças climáticas no Brasil

Em nota, o Ministério do Meio Ambiente afirma também que o Brasil participará da COP-25, a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, que seria realizado no fim de ano no Brasil mas foi transferida para o Chile após o presidente Jair Bolsonaro desistir de sediar o evento


Em nota divulgada neste domingo (19), o Ministério do Meio Ambiente voltou atrás e manteve a realização do encontro regional da Organização das Nações Unidas (ONU), “Climate Week” (Semana do Clima) – sobre Mudanças Climáticas -, que ocorre entre os dias 19 e 23 de agosto, em Salvador, Bahia.


Na segunda-feira (13) Jair Bolsonaro divulgou que se negava a sediar o evento. Crítico aos estudos que apontam as mudanças climáticas, o ministro Ricardo Salles chegou a dizer ao blog da Andréia Sadi, no Portal G1, que o encontro seria apenas uma oportunidade para que os participantes fizessem turismo em Salvador e comessem acarajé.


A nota divulgada deste domingo diz que a decisão foi tomada após conversas com o Itamaraty e com o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que já havia se oposto ao cancelamento do evento.
Na mesma nota, o ministério afirmou também que o Brasil participará da COP-25, a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, que seria realizado no fim de ano no Brasil mas que foi transferida para o Chile após o presidente Jair Bolsonaro desistir de sediar o evento.

Leia a nota na íntegra
Nota sobre Climate Week

O Ministério do Meio Ambiente, através de entendimentos mantidos nesses últimos dias com o Prefeito de Salvador, o Ministro das Relações Exteriores e o novo Secretário-Executivo do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas, decidiu formular proposta com ênfase na Agenda de Qualidade Ambiental Urbana e no Pagamento por Serviços Ambientais, através de instrumentos financeiros que visem dar efetividade econômica às atuais e futuras ações de mitigação e adaptação às mudanças climáticas no Brasil, a serem discutidas e apoiadas na Climate Week, em Salvador, bem como nos eventos subsequentes até a COP25, no Chile, os quais deverão contar com a participação deste Ministério do Meio Ambiente e do Ministério das Relações Exteriores.


Fonte: Revista Fórum 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário