quarta-feira, 15 de maio de 2019

Cadê os “imbecis”, Bolsonaro? Avenida Paulista é tomada pelo maior protesto desde os do impeachment

Bolsonaro conseguiu, em cinco meses de governo, a maior manifestação na Paulista desde as primeiras pedindo o impeachment de Dilma.
Os números ainda não estão fechados, mas calcula-se em pelo menos 100 mil.
Os “imbecis”, os “idiotas úteis”, a “massa de manobra” lotou a avenida de cabo a rabo, gerando imagens arrebatadoras.
O Tsunami varreu o Brasil todo, mas poucos símbolos são tão fortes quanto os que você vê neste artigo em fotos da Mídia Ninja e do jornalista Pedro Zambarda, do DCM.
Teve até boneco do Bolsonaro, o bozoleco.

Enquanto a multidão se reunia e cantava e confraternizava, com três caminhões de som, o ministro da Educação tentava justificar os cortes na Câmara.
Atacou deputados, assassinou a concordância nominal, usou um powerpoint, fez analogias idiotas com somas de 2 mais 2.
Num piro, deu um jeito de meter Lula no meio de uma conversa maluca sobre a “carteirinha azul” que ele teve como bancário ou algo assim.
Os estudantes e professores querem Bolsonaro fora da presidência.

Noves fora tudo, estão ajudando o Brasil a se curar de uma doença.
Veja a galeria (4)

Quem diz isso não é o DCM, mas o MBL.


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário