domingo, 19 de maio de 2019

Bolsonaro zera verba da revitalização do Rio São Francisco, mais de 60 cidades vão desaparecer

O governo federal congelou todo o Orçamento previsto neste ano para políticas em áreas sensíveis, como contenção de cheias e inundações, prevenção de uso de drogas, assistência à agricultura familiar e revitalização de bacias hidrográficas na região do São Francisco.


O Programa de Revitalização da Bacia do rio São Francisco, foi criado em 2004 no âmbito do Ministério do Meio Ambiente - MMA, em parceria com o Ministério da Integração Nacional e outros 14 Ministérios 

Enquanto a transposição proporcionou a perenização de rios e açudes da região Nordeste durante os períodos de estiagens, a revitalização garante que a população que vive às margens do rio tenha água para irrigar plantações e alimentar criações, além de emprego, renda e dignidade.


Sem a revitalização, mais de 60 cidades devem desaparecer nos próximos 5 anos e mais de 10 milhões de pessoas serão diretamente afetadas.

O governo Bolsonaro diz que não tem dinheiro, e corta verbas da educação, saúde, e até da revitalização do Velho Chico. Mas olhe bem o orçamento federal da União para 2019:


50% de todo o dinheiro do nosso país é usado para pagar a dívida pública. É dinheiro que vai diretamente aos bancos e às corporações mais ricas do país e do mundo. Desse montante, um terço vai apenas paara o pagamento de juros. Bolsonaro não cortou sequer 1 centavo desse dinheiro.

Ele corta ali, dos 0,13% de gestão ambiental. Também corta dos 3,26% da educação, cortou quase toda a verba da Cultura que chegou a apenas 0,06%, e quer cortar quase a metade da Previdência Social.

Como você pode ver, o governo de direita não quer cortar 1 centavo sequer do dinheiro que dá aos bilionários do mercado financeiro e corta apenas investimentos que fazem bem não só à população mas à economia do país. Se 60 cidades desaparecem, a arrecadação diminui, e vai ter que cortar ainda mais no futuro, agravando a crise.


Fonte: Plantão Brasil 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário