sábado, 23 de fevereiro de 2019

Justiça bloqueia R$ 11,5 milhões em bens de Aécio

"A Justiça determinou o bloqueio de R$ 11,5 milhões em bens do atual deputado e ex-governador de Minas Aécio Neves (PSDB) por suspeita de uso, sem comprovação de interesse público, de aeronaves oficiais do estado para 1.337 voos às cidades do Rio de Janeiro, Cláudio (MG) e outros municípios", informa o jornalista José Marques, na Folha de S. Paulo.

"A decisão liminar (provisória) foi publicada nesta quinta-feira (21) pelo juiz Rogério Santos Araújo Abreu, da 5ª Vara da Fazenda Pública de Belo Horizonte. Nela, o magistrado também aceita a ação civil pública do Ministério Público e transforma o ex-governador em réu. Ele deu prazo de cinco dias para que Aécio apresente bens no valor citado à Justiça. A defesa de Aécio diz que irá recorrer", aponta ainda a reportagem.



Aécio realizou 1.424 deslocamentos aéreos de janeiro de 2003 a março de 2010, quando deixou o cargo para concorrer ao Senado. Destes, apenas 87 tiveram justificativa. Aécio passava os fins de semana no Rio ou em Cláudio, onde também mandou construir um aeroporto com dinheiro público.


Fonte: Brasil 247
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário