GOLPE DURO PARA BURGUESADA: Lula foi capa do maior jornal francês e Papa Francisco se manifestou

A carta de Lula, direto da prisão, foi capa de destaque do mais importante jornal francês, o Le Monde.

Rússia e China: pesadelo dos EUA se torna realidade

A nova política dos EUA em relação à China está levando à aproximação entre Moscou e Pequim, comenta o analista russo Timofei Bordachev.

URGENTE: Lava Jato pode ter fraudado documentos para incriminar Lula; CONFIRA CÓPIAS!

Surgem novos documentos que podem comprovar o que declarou o deputado Sibá em um encontro realizado no último sábado (5).

Lula preso sem provas, Paulo Preto ''com cem milhões" solto. Justiça?

Se alguém do campo progressista ainda tinha dúvidas sobre o posicionamento político do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), foram relembrados nesta sexta-feira, 11.

Engenheiros da Petrobrás dizem que política de preços de combustíveis beneficia grupos estrangeiros

A AEPET reafirma o que foi expresso no Editorial “Política de preços de Temer e Parente é ‘America First!’ “, de dezembro de 2017.

Mostrando postagens com marcador Vídeo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Vídeo. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Bolsonaro larga na frente como presidente mais mentiroso após vídeo falso sobre baleias na Noruega

Em 226 dias como presidente, Bolsonaro deu 244 declarações falsas ou distorcidas, segundo o Aos Fatos. Mesmo alertado de que informação sobre mortes de baleias é falsa, o post não foi apagado do perfil presidencial


Revista Fórum - Desconhece-se na história recente do Brasil um presidente que divulga tanta informação falsa ou distorcida em tão pouco tempo. Quando as notícias limitavam-se à realidade do país, ok, [ok não, mas vamos lá!]. Mas e agora que Jair Bolsonaro (PSL) usa claramente uma informação falsa para atacar a Noruega, um país escandinavo que semana passada cortou ajuda financeira para o Fundo Amazônia?



Na noite desse domingo (18), Bolsonaro postou no Twitter um vídeo com cenas de uma caça em massa de baleias, que, abatidas na praia, tingiam as águas do mar de vermelho.
“Em torno de 40% do Fundo Amazônico vai para as… ONGs, refúgio de muitos ambientalistas. Veja a matança das baleias patrocinada pela Noruega”, diz a postagem.
A quantidade de visualizações no conteúdo falso se aproxima de 1 milhão de apenas no Twitter, sem contar os usuários que reproduzem em outras mídias a “informação” divulgada por Bolsonaro.
Confira a íntergra da reportagem na Revista Fórum.

- Em torno de 40% do Fundo Amazônico vai para as... ONGs, refúgio de muitos ambientalistas. Veja a matança das baleias patrocinada pela Noruega.

17,2 mil pessoas estão falando sobre isso

domingo, 18 de agosto de 2019

VÍDEO - Quadro do Fantástico volta a constranger e humilhar Bolsonaro

A que ponto o presidente da república rebaixou o Brasil. Fantástico libera o cocô de Bolsonaro: “a merda veio depois”no quadro Isso a Globo não Mostra. 


Assista ao vídeo:

Fonte: Folha Impacto

sábado, 17 de agosto de 2019

VÍDEO: Aparece o elo entre Bolsonaro, morte de Marielle, Queiroz e a milícia mais violenta do RJ

Jair e Flávio Bolsonaro, Queiroz, milícia de Rio das Pedras, Escritório do Crime, morte de Marielle. A conexão entre eles todos finalmente apareceu. Assista:




Fonte: Plantão Brasil



sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Bolsonaro é ridicularizado na TV alemã

Em horário nobre, programa humorístico da principal rede de televisão pública da Alemanha satiriza o governo brasileiro, criticando suas políticas ambientais e agrícolas e o crescente desmatamento na Amazônia.

Borat, bobo da corte e protagonista do clássico de terror Massacre da serra elétrica – essas foram algumas das associações feitas ao presidente Jair Bolsonaro pelo programa humorístico alemão Extra 3, transmitido na noite de quinta-feira (15/08).
Atração de horário nobre da ARD, principal rede de televisão pública alemã, o programa satirizou por quase cinco minutos o governo do presidente brasileiro, criticando principalmente sua política ambiental e o desmatamento na Amazônia.
"Um sujeito que não pensa nem um pouco sobre sustentabilidade e emissão de CO2 é o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, o 'Trump do samba'. Mas alguns dizem também 'o boçal de Ipanema'", afirma o apresentador Christian Ehring, em frente a uma fotomontagem de Bolsonaro vestindo a sunga do personagem Borat, criado pelo humorista britânico Sacha Baron Cohen.


Bolsonaro é ridicularizado na TV alemã

BRASIL | 



Presidente brasileiro é o "bufão do agronegócio", segundo humorístico

Em horário nobre, programa humorístico da principal rede de televisão pública da Alemanha satiriza o governo brasileiro, criticando suas políticas ambientais e agrícolas e o crescente desmatamento na Amazônia.

Borat, bobo da corte e protagonista do clássico de terror Massacre da serra elétrica – essas foram algumas das associações feitas ao presidente Jair Bolsonaro pelo programa humorístico alemão Extra 3, transmitido na noite de quinta-feira (15/08).
Atração de horário nobre da ARD, principal rede de televisão pública alemã, o programa satirizou por quase cinco minutos o governo do presidente brasileiro, criticando principalmente sua política ambiental e o desmatamento na Amazônia.
"Um sujeito que não pensa nem um pouco sobre sustentabilidade e emissão de CO2 é o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, o 'Trump do samba'. Mas alguns dizem também 'o boçal de Ipanema'", afirma o apresentador Christian Ehring, em frente a uma fotomontagem de Bolsonaro vestindo a sunga do personagem Borat, criado pelo humorista britânico Sacha Baron Cohen.
"Bolsonaro deixa a floresta tropical ser destruída para que gado possa pastar e para que possa ser plantada soja para produzir ração para o gado", continua Ehring, após mencionar os mais recentes dados sobre desmatamento no Brasil e diante de outra montagem, dessa vez mostrando Bolsonaro com uma serra elétrica nas mãos.
"Desde a posse do presidente Jair Bolsonaro, o desmatamento cresceu significativamente e pode continuar aumentando a longo prazo", diz uma voz em off, após aparecer uma foto do líder brasileiro como um "bobo da corte do agronegócio", segurando uma garrafa de pesticida.
O apresentador destaca ainda que o presidente "não se importa nem um pouco" com a suspensão de verbas para projetos ambientais anunciada pelo Ministério do Meio Ambiente alemão no fim de semana. "Pegue essa grana e refloreste a Alemanha, tá ok? Lá tá precisando muito mais do que aqui", afirmou Bolsonaro ao reagir com desprezo ao congelamento dos repasses.
Ehring também fala sobre o acordo comercial negociado entre a União Europeia e o Mercosul, chamando o pacto de um "romance destrutivo". Atrás dele aparece uma fotomontagem retratando o presidente e a chanceler federal alemã, Angela Merkel, como uma dançarina sentada em seus braços.
"Bolsonaro ainda demitiu o chefe do próprio instituto que registrou o desmatamento na floresta tropical", ressalta o comediante, referindo-se à demissão de Ricardo Galvão do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). "E também nomeou a principal lobista da indústria agropecuária como ministra da Agricultura", complementa.
Em seguida, ele apresenta um videoclipe da chamada Bolsonaro-Song, uma paródia da música Copacabana, sucesso nos anos 70 na voz do americano Barry Manilow. O vídeo intercala cenas de Bolsonaro com imagens de cortes de árvores e queimadas na Amazônia, além de atividade agrícola e pecuária.


"O massacre da serra elétrica": sátira associa líder brasileiro a filme de terror
Humorístico conhecido principalmente pela sátira política, o programa Extra 3 tem como alvos principais os dirigentes alemães. Mas líderes internacionais como o americano Donald Trump, o norte-coreano Kim Jong-un, o britânico Boris Johnson e o russo Vladimir Putin também são personagens recorrentes do programa.
Nem sempre a brincadeira é levada na esportiva pelos estadistas. Um dos mais recentes debates provocados pelo Extra 3 foi uma paródia musical com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, veiculada em março de 2016. O caso gerou um desconforto diplomático entre Berlim e Ancara, e o Ministério do Exterior turco chegou a convocar o embaixador alemão no país para explicações.
A controvérsia chegou ao ápice poucas semanas depois, com uma sátira a Erdogan apresentada em outro programa televisivo, dessa vez pelo humorista Jan Böhmermann. O imbróglio foi parar na Justiça e acabou ganhando as capas dos jornais como o "caso Böhmermann".

Fonte: DW

Lula diz que fica preso "até provar que Moro é bandido"

Em entrevista a Bob Fernandes, na TVE Bahia, ex-presidente diz que objetivo de Paulo Guedes é destruir economia brasileira. “Onde estão os militares nacionalistas?”, questiona. Ele também afirma que não se importa em permanecer preso até demonstrar os abusos cometidos contra ele

Por Fernando Brito, editor do Tijolaço –Reproduzo o trecho da entrevista de Lula – cheio de energia – a Bob Fernandes, num rasgo de indignação, dizendo o que diria um homem de coragem, depois de quase 500 dias de prisão.-Quanto tempo eu terei de ficar aqui, eu não sei. Estou aqui até para provar que eles são bandidos e eu não.Assistam, é dos raros momentos em que, hoje, se assiste algo ser dito cheio de dignidade.





Da Rede Brasil Atual – Para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os acontecimentos no Brasil desde o golpe que tirou Dilma Rousseff da Presidência, em 2016, têm relação com a atuação do governo estadunidense. “Tudo que está acontecendo tem o dedo dos Estados Unidos, que manda mais no Sergio Moro do que a mulher dele”, afirmou, ao falar pela primeira vez após Supremo Tribunal Federal (STF) impedir sua transferência para presídio em São Paulo. A entrevista de Lula ao jornalista Bob Fernandes, da TVE da Bahia, foi gravada nesta quarta-feira (14).É a primeira para uma televisão pública desde que passou a cumprir pena, em 7 de abril de 2018. A TVE Bahia exibe a entrevista nesta sexta (16), às 18h, em seus canais no YouTube, Facebook e Twitter. Nesse horário, poderá ser vista aqui na RBA. A exibição na televisão será às 22h. A TVT (canal digital 44.1, Grande São Paulo) e a Rádio Brasil Atual(FM 98,9) também farão a transmissão às 20h.Na entrevista, o ex-presidente afirmou não saber como as informações reveladas pelo site Intercept nas últimas semanas chegam aos ministros do STF e que, após tomar conhecimento das mensagens entre o ex-juiz Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, “a suprema corte pode fazer uma correção” no processo que o condenou.

Assista ao teaser da TVE Bahia

Já em relação ao procurador do Ministério Público Federal Deltan Dallagnol, ele considera que “desde o dia que ele deu uma coletiva dizendo que não tinha provas contra mim, mas apenas convicções, o Conselho Nacional do Ministério Público tinha que ter tirado esse moleque”. E afirmou ainda que não pretende solicitar progressão da pena para sair da condição atual em Curitiba. “Estou aqui até para provar que eles são bandidos e eu não”, disse.Sobre a política econômica, Lula afirmou que o ministro Paulo Guedespretende“destruir a economia brasileira”, e perguntou “onde estão os militares nacionalistas?”.Em relação à Operação Lava Jato, Lula disse que “o que aconteceu foi que os delatores foram premiados” sem precisar provar o que disseram. Ao comentar que sua vida inteira foi investigada, o ex-presidente afirmou: “As minhas palestras não eram clandestinas como as do Dallagnol”.A respeito da revelação recente da suposta orientação do ex-juiz Sérgio Moro em não solicitar a apreensão do celular do ex-deputado federal Eduardo Cunha, perguntou: “Você acha normal uma Polícia Federal que vai na minha casa e revira tudo não ter coragem de pegar o telefone do Eduardo Cunha?”.Ao questionar a parcialidade da Rede Globo na cobertura jornalística, Lula disse que “Bolsonaro foi o monstro que surgiu, mas não era o que a Rede Globo esperava. Não tiveram coragem de lançar o Luciano Huck. E até agora, pasmem, dia 14 de agosto, a Globo não teve a pachorra de publicar as mensagens reveladas pelo Intercept”.


Fonte: Brasil 247

terça-feira, 6 de agosto de 2019

Bolsonaro diz que ‘só falta crescer a cabeça’ para ser nordestino

O presidente Jair Bolsonaro parece não querer deixar de atacar o Nordeste com comentários preconceituosos. Em vídeo publicado ao lado do deputado federal Claudio Cajado (PP-BA), ele afirmou que “só falta crescer a cabeça um pouquinho” para ser um ‘cabra da peste’, como disse Cajado.


“Presidente, segunda vez que vem à Bahia, várias vezes já no Nordeste… tu tá virando um cabra da peste, é?”, questiona o deputado, enquanto filma a ambos. Bolsonaro responde: “É, só tá faltando crescer um pouquinho a cabeça”, e segue no vídeo aos risos, enquanto Cajado aparenta estar sem graça. No final do vídeo, o presidente ainda brada: “O Nordeste é nosso!”
O vídeo foi publicado por Cajado em uma rede social. Nos comentários, prevalece a indignação. “Você não tem vergonha de publicar este vídeo ridículo?”, pergunta um seguidor do deputado. “Apenas mais um marionete subserviente ao Bozo”, diz outro.


Veja o vídeo 

Bolsonaro esteve na cidade de Sobradinho, na Bahia, para a inauguração de uma usina solar. A tensão na região é crescente ao passo que as declarações do presidente contra o Nordeste e seus governadores aumenta. A primeira vez que teceu comentários preconceituosos foi captada por um microfone da TV Brasil, do governo. Na ocasião, afirmou que, dos governadores de ‘paraíba’, Flavio Dino (PCdoB-MA) era o pior. Depois, para se redimir, disse que amava o Nordeste.


Em entrevista ao Estadão, o presidente afirmou que o ‘Nordeste queria dividir o País’ e que não se preocupa com os impactos de suas falas. “Paciência. Já sabiam que eu era assim. A gente procura se polir um pouco mais, mas acontece”, disse.

Fonte: Carta Capital

quarta-feira, 31 de julho de 2019

Vídeo: Ex-delegado agente da Ditadura, diz que incinerou corpo de pai do presidente da OAB

Bolsonaro mentiu, afirmou que o pai de presidente da OAB foi morto por “grupo de esquerda” da Ação Popular. Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira, teve o corpo incinerado  e foi morto por militares, ou  na “casa da morte” e “barão da Mesquita”, atitudes nazistas por parte da ditadura militar, o documento da Aeronáutica abaixo mostra inclusive que ele foi preso em 1974.



O Ministério comandando pela Ministra Damares, reconheceu que o pai do presidente da OAB, foi morto pelo Estado brasileiro, pelos militares da Ditadura, no contexto de perseguição aos opositores ao regime como mostra o documento abaixo:
Em depoimento à CNV, o ex-delegado Cláudio Guerra disse que o corpo de Fernando foi incinerado com outros na Usina de Cambahyba, em Campo de Goytacazes, Rio de Janeiro. A comissão, com base em documentos da Aeronáutica, concluiu que Fernando Augusto de Santa Cruz foi preso e morto pelo Estado. ASSISTA


O delegado Cláudio Guerra confessou, em 2014, que incinerou o corpo de Fernando Augusto Santa Cruz na Usina Cambaíba, no Rio de Janeiro. Ele diz que pegava os corpos na "Casa da Morte", espaço utilizado por militares, e em um batalhão do Exército para queimá-los na usina.


642 people are talking about this

VÍDEO: Âncora da Fox News nos EUA, pró-Trump, defende Glenn Greenwald e critica bolsonaristas

O jornalista de extrema-direita Tucker Carlson, da Fox News, canal 100% a favor de Donald Trump, defende Glenn Greenwald dos ataques de bolsonaristas e lembra quanto a liberdade de imprensa é importante. Assista:







Fonte: Plantão Brasil 

terça-feira, 2 de julho de 2019

VÍDEO: Deputados quase saem no tapa após Gláuber Braga chamar Moro de juiz ladrão e Moro foge da sessão

Moro deixou a sessão aos gritos de LADRÃO e FUJÃO, após confusão, bate-boca e deputados quase saindo no tapa. Um vídeo que deve entrar para os anais da história do Brasil:


Fonte: Plantão Brasil

segunda-feira, 1 de julho de 2019

VÍDEO: Bolsonaro deixa escapar novo crime de Moro, que ia abafar escândalo do laranjal do PSL

O presidente e o Ministro da Justiça, chefe da PF, discutiram se iriam abafar o escândalo do laranjal do PSL. Bolsonaro então determinou que se investigasse todos os outros partidos para desviar o foco.




Fonte: Plantão Brasil



quinta-feira, 27 de junho de 2019

Globo detona Bolsonaro e traz mais informações sobre crimes do PSL no Jornal Nacional

O ‘Jornal Nacional’ da Globo, jornalístico de maior audiência do país, veiculou na noite desta quarta-feira (26) uma longa matéria sobre um esquema para encobrir recursos supostamente ilícitos para a campanha eleitoral do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro.


Diferente do esquema de candidaturas laranjas do partido, que vem sendo investigado desde o início do ano, a reportagem desnudou um outro esquema que usa não candidatos, mas apoiadores de campanha como “laranjas” para encobrir recursos supostamente ilegais.


Na matéria, foram entrevistadas pessoas do Rio de Janeiro e do Mato Grosso que trabalharam nas campanhas de candidatos a deputado e que receberam recursos em dinheiro por serviços prestados, mas que constam na declaração de contas à Justiça Eleitoral com “doação”. Também foi observada a situação contrária, pessoas que trabalharam de forma voluntária mas que, na declaração de contas do PSL, constam como pessoas que receberam pelos serviços. Os serviços em questão, que são legais, vão desde distribuição de santinhos (panfletagem) até o aluguel de automóveis ou equipamentos.



Fonte: Brasil 247

segunda-feira, 17 de junho de 2019

Fattorelli: Banco Central é a causa da crise e Guedes busca R$ 1 tri dos mais pobres para repassar aos bancos

Durante reunião da Comissão de Seguridade Social e Família, a coordenadora da Auditoria Cidadã da Dívida, Maria Lucia Fattorelli, explica a atual conjuntura econômica e a crise fabricada para justificar o desmonte da previdência e do Estado



Fonte: Viomundo

quinta-feira, 25 de abril de 2019

VÍDEO: Assista o comercial do Banco do Brasil que Bolsonaro vetou porque “temos famílias”