terça-feira, 14 de setembro de 2021

Justiça penhora R$ 30 mil de Augusto Nunes para indenizar Gleisi Hoffmann


 DCM- A Justiça penhorou R$ 30 mil de Augusto Nunes para o pagamento da indenização de Gleisi Hoffmann. A presidente do PT foi chamada de “amante” diversas vezes pelo bolsonarista. Ele foi intimado para pagar o valor, mas, segundo a sentença, “permaneceu inerte”.




Nunes foi condenado em maio deste ano por danos morais, segundo a coluna de Mônica Bergamo na Folha. Ele usou o termo para falar de Gleisi repetidas vezes na Veja e no R7.

Apesar de citado no processo, nunca se defendeu. Por unanimidade, os desembargadores da 3ª Turma Cível do TJDFT (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios) determinaram que o acórdão da condenação fosse publicado em todos os veículos em que “as ofensas foram divulgadas”. Até agora, Augusto Nunes não cumpriu e a defesa de Gleisi pede a execução da sentença.




“Conteúdo misógino e sexista”, diz desembargador sobre conteúdo de Augusto Nunes

Segundo o desembargador Alvaro Ciarlini, há “o sentido infamante e desrespeitoso adotado pelo réu se encontra carregado de conteúdo misógino e sexista, puramente com o intuito de agredir a demandante”. O magistrado diz que o apresentador “abusou do seu direito à liberdade de expressão”.




Na decisão, ele ainda lembra que a palavra “amante” foi usada 72 vezes em textos que não tinham relação com a Lava Jato. Ciarlini destaca ainda que os portais de notícia em que escreve têm grande circulação, o que torna “grave a conduta do réu”.

0 comentários:

Postar um comentário