terça-feira, 7 de setembro de 2021

Haddad pede que Bolsonaro seja afastado e preso pelo "ataque grotesco" à democracia

 


Brasil 247O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad  qualificou as manifestações antidemocráticas convocadas por Jair Bolsonaro para esta terça-feira (7) como um “espetáculo grotesco”e defendeu que ele seja “afastado das suas funções e preso”. 

“Em um país minimamente democrático, Bolsonaro seria afastado das suas funções e preso. Só pelo espetáculo grotesco de hoje, que avacalha o Brasil diante do mundo”, postou Haddad no Twitter. A postagem foi feita na esteira da invasão da Esplanada dos Ministérios por manifestantes bolsonaristas na noite desta segunda-feira (6). 




A invasão levou a cúpula do Supremo Tribunal Federal(STF) a avaliar a convocação das Forças Armadas para proteger a sede da Corte dos manifestantes bolsonaristas em Brasília.

0 comentários:

Postar um comentário