quarta-feira, 11 de agosto de 2021

Horas após derrota do voto impresso, Bolsonaro critica TSE e diz que eleições de 2022 não serão confiáveis


Presidente deu declarações a apoiadores após Câmara barrar PEC do voto impresso



Apesar da derrota da proposta do voto impresso na Câmara, o presidente Jair Bolsonaro seguiu questionando nesta quarta-feira (11) a segurança das eleições brasileiras.

Em conversa com apoiadores, ele destacou que metade dos deputados que votaram pela PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do voto impresso não confia no trabalho do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e que o resultado do pleito do ano que vem não será confiável.

"Números redondos: 450 deputados votaram ontem. Foi dividido, 229 [a favor], 218 [contra], dividido. É sinal que metade não acredita 100% na lisura dos trabalhos do TSE. Não acreditam que o resultado ali no final seja confiável", disse Bolsonaro.



"Hoje em dia sinalizamos uma eleição... não é que está dividida. Uma eleição onde não vai se confiar no resultado das apurações", declarou.



Leia mais na Folha de S. Paulo

0 comentários:

Postar um comentário